Bullying

21/05/2011 18:46 | 16 Comentários

Veja Também

16 Comentários

  • AVATAR

    Eu sofri bullying,quando me mudei do brasil para portugal.assim que entrei na escola foi um choque.tanto no sentido do choque cultural como com o modo que as pessoas me tratavam.eu sempre fui muito alta e magra.nunca fiz mal a ninguem e sempre as meninas meninos todas as pessoas arranjavam maneira de me chatearem.eu fui me excluindo do meio das pessoas .nos intervalos de aulas ficava na casa de banho escondida ou ia pra biblioteca.tinha que chegar na escola depois do sino tocar pra evitar cruzar com as pessoas nos corredores da escola.as violencias foram sempre verbais.ao ponto de nao ir mais a escola.depois minha mae me inscreveu em outra escola.e la foi pior.ate edras jogaram em mim e me perseguiam ate chegar em casa..mudei novamente de escola mais nessa nem conseguir ir.quando chegava na rua da escola voltava pra traz chorando.acabei desistindo da escola.hoje depois de alguns anos passados estou tentando voltar aos estudos. mais ate hoje sinto mal em ambientes escolares.

    Por Ariane | 16 de Abril de 2011
  • AVATAR

    continuando.nesse ano eu entrei em depressao.tinha13 anos na epoca.e ate hoje lutro contra a depressao.os pais teem que ficar em alerta pois eu nao falava nada sobre isso com minha mae e sofria sozinha.foi a escola que depois de 4 meses de faltas avizou minha mae que eu nao ia nas aulas.os pais teem que ficar atento

    Por Ariane | 16 de Abril de 2011
  • AVATAR

    Olá! Meu nome é Carla e tenho 21 anos. Aos 11 anos eu começei a sofrer com um menino que colocou apelidos em mim porque eu chorava por qualquer motivo. Teve um dia que ele e vários colegas riram de mim a aula inteira e eu chorei muito.Professora nem ligou e ninguém me ajudou. Aos 12 anos foi quase a mesma coisa, me zoavam por causa que eu era mais alta da sala e por causa que eu era muito magra. Nessa época eu mudei de estado por causa disso e lá aconteceu a mesma coisa com outro menino.Ele falava mal de mim pra todo mundo e a menina que eu achava que era minha amiga se juntou com ele e pronto! Quase desisti de estudar. Mas depois deu tudo certo, mas até hoje eu sinto esse trauma, eu me acho feia de todos os angulos e nem me relaciono 100% principalmente com os meninos, apenas conversas cotidianas. Eu gostaria muito de poder me libertar desse bullying que eu sofri e as vezes eu sou muito estressada com as pessoas e não confio mais em ninguém, fora que nunca consegui um namorado mesmo.

    Por Carla | 1 de Maio de 2011
  • AVATAR

    Quando era criança sofri muito, porque me arretavam, colocavam apelidos e eu não conseguia me defender,nem chorar não falava nada pra minha família até hoje me lembro mais já superei,
    minha timidez ,medo nunca mais vai me empedir de vencer porque sei que aquelas pessoas q fazia aquilo comigo tinha inveja porque eu era boa aluna e tirava notas altas.Beijos pra todas vcs ai em portugal que Deus abençoe vcs e suas famílias sempre!
    Paloma-PE/Brasil

    Por Paloma de sousa | 3 de Maio de 2011
  • AVATAR

    Olá Boa Tarde meninas,
    Eu achei muito legal vocês abordarem esse tema, o Bullying não só é uma violência física e as vezes psicológica, quanto um verdadeiro abuso cometido a vítima, é um tema muito sério pois muitas pessoas cometem suicídio hoje no mundo por causa de bullying, é algo que pode levar a sequelas graves e profundas por toda sua vida. É a arma dos Incompetentes, dos invejosos e das pessoas que jogam baixo , e de pessoas que muitas vezes praticam por desconhecimento das reais consequências do Bullying. Em se tratando de crianças se trata de um aborto de uma vida em formação, uma criança vítima de bullying têm no seu carácter acrescentado muitos
    traumas, agressividade, complexos e toda sorte de sentimentos. Em se tratando de crianças não pode ser tratado como algo normal, pois as sequelas deixadas nas crianças são superiores as deixadas em adultos, os pais devem então imediatamente cuidar da criança e zelar pela sua saúde física e espiritual. Em caso de adultos os mesmos devem ser conscientizados do seu devido valor como pessoa e das imensas qualidades e virtudes que possuí, geralmente quando o Bullying é praticado em adultos é com o intuito de colocar no mesmo complexos, baixa auto estima , instabilidade emocional, depressão, anomalias, doenças psiquicas e muitas vezes levar a vítima ao suicídio.
    Ou as vezes quando a vítima de bullying é um pouco mais forte, ela procurará se defender dos ataques com agressões físicas e verbais, não sendo raro algumas vítimas de bullying assassinarem os agressores por vingança . Podemos ver que uma prática que leva a consequências tão desastrosas e que leva almas ao inferno não podem ser negligenciada e praticada. Eu mesma já fui vítima de bullying, mas por ter tido preparo psicológico e espiritual e instruída totalmente sobre a prática soube agir muito bem e superar as agressões e os muitos assédios com a ajuda de Deus, mas infelizmente são muitas as pessoas que não possuem tal preparo e tal ajuda, não sabendo o seu real valor, e muitas vezes inocentes sem saber o que está acontecendo são levados a depressão,loucura, suicídio e traumas futuros para o resto da vida, além de que algumas pessoas passam a praticar o bullying também por defesa ou em caso de crianças pelo que chamamos de “Reflexo Comportamental” ou seja as crianças passam a reproduzir nas outras crianças e pessoas as agressões recebidas por ela como um efeito de reflexo. As vítimas de bullying devem buscar ajuda e em alguns casos ajuda da justiça. Quando uma criança ou adulto sofre ou sofreu dessas agressões ela deve se submeter a Deus para que o mesmo possa curá-la e cuidar do seu interior e sentimentos e das feridas e sequelas ocasionadas pela prática. Parabéns pelo excelente tema e que Deus as use mais e mais.

    Por Débora Batista Assunção | 14 de Maio de 2011
  • AVATAR

    Uma coisa é certa, enquanto as leis no Brasil nao mudarem, nada mudara. O problema é que uma criança sabendo que o codigo penal do seu pais os protege de qualquer puniçao severa ate os 17 anos, mesmo que ele cometa crimes terriveis, da a ele a segurança de agir livremente, e com isso ele cresce sem respeito, sem limites e sem noçao que ele vive em uma sociedade, e que temos direitos e deveres, que devem ser cumpridos agradando ou nao. mas como no Brasil a segurança publica, saude e educaçao ficam em ultimo lugar em tudo, isso vai ser dificil de controlar.

    Por Danielle | 15 de Maio de 2011
  • AVATAR

    Eu me chamo eduardo e tenho 9 anos e não gosto de bullying na minha escola tbm tão dando isso e e difícil de defender

    Por Eduardo | 21 de Maio de 2011
  • AVATAR

    quem faz bullying deve ser banido da sociedade porque não são pessoas dignas de viver no meio de nós e acho ruim isso

    Por Eduardo | 21 de Maio de 2011
  • AVATAR

    QUERIA SABER SOBRE O BULLING QUE SOFREMOS POR PARTE DOS PROFESSORES EXISTEM PROFESSORES QUE FAZEM ATÉ PIOR QUE OS ALUNOS COMO RESOLVER???

    Por christianne | 21 de Maio de 2011
  • AVATAR

    Bullying é agressão física e psicológica repetida, é muito sério, muito grave, pois pode causar danos para o resto da vida, ou ´pode até provocar uma depressão horrível na vítima a ponto da mesma vir a óbto. A pessoa que sofre bullying deve ser assistida e acolhida, a família deve levar a sério o relato do seu filho a respeito de algum tipo de agressão na escola ou em outro lugar e procurar cortar esse mal pela raíz o mais rápido possível. A pessoa que sofre bullying pode desenvolver uma lado violento como pode desenvolver doenças fisícas e psicológicas, o bullying interfere no desenvolvimento da personalidade de quem sofre e de quem pratica. Quem pratica, sente prazer, dá risada, zomba, para o agressor isso funciona como estimulante de ânimo, ou seja, vontade, coragem, índole,etc. Essa pessoa tem que ser corrigida o quanto antes, precisa de limites para que não se torne um perverso de carteirinha atacando às pessoas por aí.Os pais têm que ficar atentos observar seus filhos e perguntar sempre o que acontece na escola, orientá-los, explicar o que é bullying e ensiná-los a se proteger. Os professores precisam saber de onde está partindo a agressão. Se a gente agir assim, isso pode ter fim.

    Um exemplo, neste caso o final foi feliz. Aos 7 anos de idade entrei para escola pública, e minhas duas vizibhas da mesma idade entraram em uma escola particular, mas como morávamos na mesma rua e perto, o caminho era o mesmo. eu saida da escola e em seguida elas saiam atrás de mim me chamando de “bacalhau e seca” parecia um disco furado atrás de mim todos os dias, e isso foi me deixando triste sem vontade de comer, sem vontade de ir à escola, um dia como se já não bastasse me chamar de ” bacalhau e seca”, pegaram meus livros e jogaram na linha do trem que passava perto, chorei muito contei pra minha mãe e minha mãe foi conversar com a mãe delas, mas não adiantou, cada lugar que elas me viam me agrediam verbalmente. isso durou até meus doze anos de idade, quando fiz 13 anos tive que parar de estudar para trabalhar e ajudar em casa, elas continuaram estudando na escola delas. Me tornei uma adolescente, cresci, engordei, comecei a trabalhar,fiz amizades, me cuidava, meus cabelos ficaram longos bonitos e sedosos.. Sabe o que aconteceu? perderam a graça, não tiveram mais oportunidade e espaço para me infernizarem a vida. Só não foi pior, pelos princípios que tive e o apoio da minha mãe, fatores fundamentais para eu passar por estes constrangimentos sem maiores danos morais, emocionais, e físico. Essas meninas eram perversas viu. Detalhe, naquela época eu nem conhecia essa palavra. (bullying)
    Hoje estudo psicologia, é muito bom estudar o comportamento humano, tentar entender as causas e os efeitos dos devaneios, ou seja, caprichos da imaginação, sonhos, fantasias, etc.
    Cuidar da saúde mental é de extrema importância, para que num momento como este a gente saiba o que é nosso e o que é do outro, e não misturar.

    Por Sandra | 21 de Maio de 2011
  • AVATAR

    Eu sofro bullying e não sei o que faço. As meninas sempre me empurram, falam mal de mim, isso nunca acaba. Tenho 13 anos, sou uma menina bonita e estudiosa mas, não sei como me defender mais! Eu só choro, choro choro. O que devo fazer?

    Por Letícia Mucci | 21 de Maio de 2011
  • AVATAR

    comigo não bulling certo.Até amiga da escola eu fui na época.Joguei duro e deu certo

    Por vera lucia | 21 de Maio de 2011
  • AVATAR

    comigo o bullig não deu certo para meu filho.porque até amiga da escola eu fui na época

    Por vera lucia | 21 de Maio de 2011
  • AVATAR

    e o pior é que até a propria escola por comodidade,se omite

    Por vera lucia | 21 de Maio de 2011
  • AVATAR

    SInceramente, acredito que o bullying tem tido sua continuidade no serviço, pois ao passo que vc trabalha em locias a muito tempo as pessoas perdem o respeito e começam a te maltratar,como por exemplo me chamam de magrela,nariz caido etc…e epor exemplo essas pessoas são gordas e nem por isso eu maltrato elas

    Por arianne | 21 de Maio de 2011
  • AVATAR

    AMEI O PROGRAMA DE VCS FOI O MELHOR PROGRAMA Q EU JA ASSISTI EM TD MINHA VIDA

    Por GABRIELA | 11 de Junho de 2011

Leave a comment

Copy Protected by Tech Tips's CopyProtect Wordpress Blogs.