Cabelos blindados

05/08/2010 14:38 | 4 Comentários

Isabel Taranto

Siga as dicas de quem entende do assunto e acabe de vez com excesso de volume, frizz, pontas duplas, caspa, oleosidade…

Fios arrepiados, opacos, cheios de pontas duplas, visivelmente enfraquecidos e sem vida só porque o inverno traz de “brinde” problemas provocados pelo aumento da umidade do ar, em algumas cidades, ou pelo vento gelado e seco, em outras. Conversamos com experts de diferentes capitais que explicaram as causas desses males e ensinaram como solucioná- los. Aprenda com eles e mantenha a cabeleira deslumbrante o ano todo!

Excesso de frizz

Causa: “Em algumas cidades, a umidade do ar é bem menor no inverno, o que resseca os cabelos”, explica o hairstylist Marcos Proença (SP). Em outras localidades “é o excesso de umidade da atmosfera que eriça os fios”, opina o expert Wanderley Nunes, do Studio W (SP).

Solução: “A hidratação semanal deixa o cabelo macio, saudável e mais comportado”, aconselha Wanderley. Aalém disso, deve-se investir em produtos específicos que combatam esse arrepiado.

“Recomendo o uso de uma linha completa de produtos antifrizz, pois esse problema precisa ser combatido dia a dia” Marcos Proença

Oleosidade

Causa: “Nesta época do ano, as pessoas costumam lavar as madeixas com menos frequência e massageiam em demasia o couro cabeludo na tentativa de retirar a oleosidade acumulada nos intervalos entre as lavagens. Para piorar, adotam água muito quente. O resultado é um estímulo exagerado das glândulas sebáceas, que trabalham mais que o necessário”, ensina Luciano Rodrigues Grangieri, do G. Vert Beauty Salon & Spa (SP).

Solução: lavar os cabelos dia sim, dia não, com água de morna para fria, com xampu de uso diário intercalado a cada dez dias com um produto de limpeza profunda.

“Antes da escova, use um leave-in termoativado e secador na temperatura média, distante 15 cm dos fios” Luciano Rodrigues Grangieri

Queda

Causa: “Quando não é ocasionada por disfunção hormonal, estresse, uso de medicamentos ou alguma doença, a queda pode ser sazonal — os fios caem mais no outono e no inverno — ou ocorrer por excesso de oleosidade”, garantem Marcos Proença e Luciano Grangieri.

Solução: lavar os cabelos sempre pela manhã com xampu de uso diário e trocá-lo por um produto antirresíduo de uma a duas vezes por semana para limpar bem o folículo capilar.

“Aplicar leave-in com protetor solar ou termoativado se for usar secador ou chapinha é imprescindível” César Neubert, hairstylist do salão Crystal Hair (RJ)

Caspa

Causa: “Esse é outro mal decorrente dos banhos muito quentes durante o inverno, que estimulam as glândulas sebáceas”, alerta Flávio Minoru, do salão Metamorphose (DF). “Dormir com o cabelo úmido em contato com o calor do travesseiro aumenta a oleosidade que, em excesso, leva à caspa ”, explica Isaac Muniz, cabeleireiro do salão C. Kamura (SP).

Solução: controlar a temperatura da água. Também é importante optar por xampu de uso diário intercalado com produto de limpeza profunda.

“O ideal é de 22ºC a 24ºC para manter o equilíbrio e estabilizar o manto hidrolipídico (oleosidade, água e microflora bacteriana)” Flávio Minoru

Ressecamento

Causa: vento, baixa umidade do ar, excesso de secador e chapinha e falta de cuidados específicos para cabelos quimicamente tratados ressecam os fios, que, por ficarem com as escamas abertas, perdem água e desidratam.

Solução: o expert Marcos Proença aposta na revitalização capilar, que limpa profundamente o cabelo, hidrata, fortalece e nutre.

“Em seguida, aplico máscara e leave-in antifrizz. O resultado são cabelos mais comportados, maleáveis e com brilho” Marcos Proença

Enfraquecimento

Causa: “A associação de procedimentos químicos, como relaxamento e descoloração, abuso no uso do secador e da chapinha e a exposição desprotegida ao sol e ao vento levam à porosidade dos fios e ao seu enfraquecimento”, avisa o expert Aandré Luis, do salão Barber Beauty, de Salvador (BAa). Aa terapeuta capilar Aana Paula Gomes, do Crystal Hair, acredita que dietas muito restritivas e o estresse do dia a dia também danificam os cabelos.

Solução: a terapeuta sugere uso de xampu de babosa e a ingestão de vitamina B5. Aandré Luis aposta em produtos de manutenção à base de queratina — xampu, condicionador e máscara hidratante — e na cauterização com queratina no salão, a cada 15 dias, para selar as cutículas do fio, devolvendo-lhe a força e a elasticidade.

“Algumas vezes só um bom corte elimina partes do cabelo que sofreram desgastes irreversíveis” Aandré Luis

Cabelos quebradiços

Causa: na opinião de Proença e da terapeuta capilar Aana Paula Gomes, do Crystal Hair, processos químicos como descoloração, alisamentos inadequados e uso de xampus com grande ação detergente ressecam os cabelos até perderem a força e começarem a partir.

Solução: “Aaposto na dupla reconstrução, que consiste na aplicação de dois produtos capazes de nutrir e dar força aos fios. O resultado são cabelos brilhantes, macios, sem quebra na escovação e com movimento”, garante Marcos Proença.

“Invisto no selamento da cutícula a frio com acidulantes, reconstruções à base de queratina, colágeno, pantenol e antioxidantes” Aana Paula Gomes

Danos químicos

Causa: “A química no inverno danifica ainda mais o cabelo que já não se encontra em condições ideais, uma vez que sofre com a umidade do ar e com a oleosidade decorrente do uso de água quente do banho. Aalém disso, a baixa temperatura da estação desfavorece alguns procedimentos, como a descoloração, que para ser realizada plenamente precisa da ajuda de um aquecedor para acelerar a despigmentação do fio. Esse recurso, no entanto, também agride a fibra capilar”, diz Luciano Grangieri, do G. Vert.

Solução: o expert sugere lavar os cabelos com água de morna para fria, usar xampu e condicionador específicos para cabelos quimicamente tratados e proteger os fios com um produto termoativado toda vez que forem expostos ao calor do secador ou da chapinha.

“Igualmente indispensável é a hidratação semanal, que ajuda a preservar a saúde dos cabelos” Wanderley Nunes

Sem efeito sujinho

Causa: você tem uma festa e não dá tempo de ir ao salão se arrumar. Oou ainda: seu cabelo está bonito com a escova que fez há dois dias, mas a raiz já começa a ficar um pouco oleosa.

Solução: nessas horas, vale lançar mão de um xampu a seco, que vai devolver ao cabelo o aspecto de limpo.

“Mas não convém abusar deste artifício, pois esse tipo de produto não limpa o couro cabeludo” Isaac Muniz

Porosidade dos fios

Causa: “O problema ocorre porque o excesso de exposição ao calor do secador e da chapinha e a agressão provocada por processos químicos abrem as escamas da fibra capilar deixando-a vulnerável”, afirma Sherlock Palmieri, do Vimax Aart Hair Beauty (PR).

Solução: hidratação de três a quatro vezes por mês e manutenção com o uso de xampu e máscara hidratantes, além de finalizadores como o leave-in de brilho, do Crystal Hair.

“Recomendo também selar as cutículas e cortar o cabelo regularmente” César Neubert

Volume

Causa: “O fio de cabelo é higroscópico, ou seja, tem a capacidade de absorver a umidade do ar — que é maior no inverno — e por isso dilata, deixando madeixas cacheadas e rebeldes mais armadas”, explica o hairstylist Flávio Minoru, do salão Metamorphose.

Solução: usar produtos adequados para este tipo de cabelo, principalmente leave-in, é fundamental.

“É bom hidratar a cabeleira a cada 15 dias” Isaac Muniz

Pontas duplas

Causa: o ressecamento e o enfraquecimento dos fios maltratados e excessivamente expostos ao calor são os responsáveis pelo surgimento de pontas duplas.

Solução: “O ideal é cortar as pontas a cada três meses e hidratar a cabeleira semanalmente”, aconselha o expert Wanderley Nunes.

“Recomendo ainda uso de protetor térmico, antes do secador e da chapinha, e a aplicação de reparador de pontas” Isaac Muniz

Embaraços

Causa: “Repetidas exposições ao calor do secador e da chapinha produzem transformações físicas e químicas nos cabelos, como a degradação lipídica e do aminoácido triptofano, enfraquecendo a estrutura do fio, que fica com a superfície áspera e mais suscetível ao embaraçamento”, ensina Liliany Jann Zampiroli, farmacêutica bioquímica da Biotropic Cosmética (ES).

Solução: antes de submeter as madeixas ao calor, ela sugere usar sempre um produto que garanta a proteção térmica da fibra capilar.

“Leave-in ou musse são os produtos mais indicados” Liliany Jann Zampolo


Veja Também

4 Comentários

  • AVATAR

    obrigada por tornar as coisas mais facéis para nos mulheres.seguirei as riscas as dicas para cabelos oliosos

    Por Sueli Godoy | 30 de Agosto de 2010
  • AVATAR

    Oi me responda por favor ..URGEEEEEEENTE
    Descolori o meu cabelo e ele ficou laranja ,esta caindo muuuuuuito e está elaaaaastico…comprei uma tinta 10.1 prata polar devo passar no cabelo ou faço hidrataçoes 1°”uso o creme ração humana Novex” BJO MUITO OBG’

    Por Simonne | 10 de Dezembro de 2010
  • AVATAR

    adorei todas as dicas! mais gostaria de saber mais sobre queda de cabelo. tive serios problemas emocionais,e com isso veio a queda excessiva de cabelo,sem falar que ele ta muito quebradiço….sinto vergonha de fazer um penteado porque meu cabelo ta muito ralo e todo quebrado.o que devo fazer para melhorar esse problema?desde ja agradeço um forte abraço

    Por kezia nathali | 10 de Maio de 2011
  • AVATAR

    Oi meninas,as dicas estao sensacionais,amei o primer. minha pele ficou linda,fora outras dicas que tenho experimentado.vcs sao espetaculares.bjs a toda equipe

    Por ana pimentel da silva | 7 de Junho de 2011

Leave a comment

Copy Protected by Tech Tips's CopyProtect Wordpress Blogs.