Cortes de cabelo fazem milagres para a auto-estima

15/09/2010 16:03 | 2 Comentários

É comum encontrarmos vários contrastes nos institutos de beleza. Lá nos deparamos com diversos comentários interessantes, como: “Não quero um corte curto”; “Não quero repicado”; “não quero volume, capacete ou armado”; “Não quero reto ou com bico”. Em contrapartida, também é bastante frequente ouvir: “Quero isso, aquilo, quero, quero, quero…”

O profissional tem mais trabalho que vocês pensam. Como respeito minhas clientes, primeiramente ouço tudo o que têm a dizer, a fim de identificar suas expectativas, medos etc. Em seguida analiso o cabelo criteriosamente, bem como a estrutura física da pessoa, além de seu comportamento e estilo de se vestir. Ou seja, considero o fio de cabelo, a direção em que nasce, o couro cabeludo e o volume, além da coloração da pele em relação ao cabelo.

Também é importante ressaltar a análise do conjunto estrutural da cliente. Ou seja, as sobrancelhas; se ela tem boca, olhos e nariz próximos ou separados; as orelhas; se o pescoço é longo ou curto; se os ombros são largos ou estreitos; a postura das costas e; se o formato do rosto favorece o corte.

A partir desta análise completa, sem alarde, dou meu parecer à cliente sobre corte, coloração, volume ou falta de volume e outros detalhes que possam contribuir para seu compor visual. O segredo dos cortes então é a análise e identificação dos pontos fortes e fracos, realçando as características boas e disfarçando as ruins.

Conforme os exemplos a seguir:

Uma cliente que tenha a forma do rosto redonda. Precisa ter seu rosto afinado. Para isso, Indico uma franja vazada no meio e cheia em direção às laterais que ganharão um repicado a partir das bochechas, levando o cabelo para o rosto. Como resultado, teremos ao invés de um rosto redondo, um rosto ovalado, que em termos estéticos é o rosto perfeito.

Outro exemplo pode ser o de uma cliente com o rosto caído, por culpa de um cabelo reto. Neste caso, o mais indicado é um corte que realce o volume na parte superior da cabeça, com um pouco de franja longa para dar charme e deixar as laterais do cabelo mais leves ao jogar o cabelo para trás. Sempre que jogamos os cabelos para trás, as feições “sobem”, os olhos e a pele parecem mais esticados, proporcionando um ar mais jovial.

Para uma cliente que tenha cabelo cacheado. O ideal é um corte interno para tirar o volume, mantendo o comprimento ou um corte texturizando todo o cabelo, para deixar as pontas com peso.

Por Marcos Sales – Especialista em Hair Stylist


Veja Também

2 Comentários

  • AVATAR

    muito bom sabe como devemos ser

    Por rosana sousa | 20 de Setembro de 2010
  • AVATAR

    Estou querendo muito realizar uma mudança em meu visual através de meus cabelos. Mas onde encontrar um cabeleireiro que avalie junto comigo as melhores possibilidades para mim antes de fazer “qualquer coisa” em meu cabelo?

    Por Flavia de Castro | 21 de Setembro de 2010

Leave a comment

Copy Protected by Tech Tips's CopyProtect Wordpress Blogs.